ago 30

Salve Ceni!

Apito final

Postado por: Renan Fochetto - 30/08/2010

Foto: Salve Ceni!


O Tricolor empatou neste domingo em dois a dois com o líder Fluminense. Deco abriu o placar, Rogério Ceni de falta e Fernandão de cabeça viraram pro SPFC ainda na primeira etapa, Leandro Eusébio fez o segundo gol carioca já na etapa complementar.

O primeiro tempo foi de domínio do São Paulo, na única desatenção da equipe tomamos o gol. Mas a ofensividade da equipe continuava, e os gols eram mesmo questão de tempo. Rogério Ceni fez de falta o gol de empate. Logo na saída de bola o Tricolor retomou a posse de bola e Richarlyson fez lindo lançamento pra Fernandão, que por acreditar no lance foi premiado com o gol.

O problema foi a contusão de Fernandão, o jogador teve que ser substituído e pela ausência de um jogador de referência no banco de reservas, Cléber Santana entrou no seu lugar, o que acabou com o poder ofensivo do time.

O Fluminense cresceu na partida e fez o gol de empate numa jogada de bola parada. Leandro Eusébio subiu de cabeça e empatou. Na transmissão da Sportv o repórter disse que Carlinhos Neves (preparador físico do SPFC e da Seleção) confessou que no mapa de posicionamento defensivo do Tricolor era exatamente ali, onde sofremos o gol, que Fernandão deveria estar.

É aquela coisa né, quando a fase é ruim nada ajuda, não bastasse as lesões de nossos atacantes que tanto perturbaram a cabeça da comissão técnica durante a semana, Leandro Vuaden (árbitro da partida) decidiu colaborar também.

Numa bola que tocou na mão de Richarlyson dentro da área do SPFC, ele decidiu dar pênalti. Absurdo, nada menos que isso. Deco chuta a bola na mão de Richarlyson, num lance que pela proximidade o jogador não teria nem tempo suficiente pra ter o reflexo de levar a mão à bola.

Pênalti mal marcado não entra. Ainda mais quando o batedor é Washington e o defensor Rogério Ceni.

E tem gente ainda que questiona a idade de nosso ídolo, sem dúvida alguma é o melhor jogador do time no ano, hoje, além de ajudar o ataque fez mais do que sua parte na defesa.

Mais um pênalti defendido na carreira, além de ter feito também seu 90º gol. Agora são cinquenta e um de falta e trinta e nove de pênalti.

Trinta e oito anos. E se continuar desse jeito pode jogar até os quarenta e cinco que ainda será melhor que muitos goleiros da primeira divisão.

Esse sim desequilibra.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 24

Tá na hora de colocar ordem na casa

Bastidores

Postado por: Renan Fochetto - 24/08/2010


O clima no Tricolor não é dos melhores, a derrota por três a zero pro Corinthians abalou bastante a equipe.

Ontem por exemplo, foi dia de manifestação por parte da torcida. Alguns torcedores foram até o CT cobrar os jogadores.

Cléber Santana, Ricardo Oliveira, e mais alguns jogadores foram até a grade e, escoltados por seguranças do SPFC, conversaram com os presentes na tentativa de acalmar os ânimos.

Durante o dia de hoje alguns nomes foram especulados como possíveis treinadores do time. Antônio Lopes, Paulo Autuori e Vanderley Luxemburgo foram os mais citados.

Antônio Lopes? Por favor né?

Sorte que a direção do Avaí já disse que não libera o treinador. Paulo Autuori deu entrevistas hoje dizendo que não foi procurado, mas que um dia voltará ao Tricolor.

Já o que complica a chegada de Luxemburgo é a multa contratual do treinador que atualmente comanda a equipe do Atlético-MG.

Ainda acho que Luxemburgo seria uma boa escolha, se a situação do Galo continuar desse jeito, a demissão do treinador pode facilitar o negócio. Vale lembrar que o time mineiro tem na sequência dois jogos difíceis, Flamengo no Maracanã e Palmeiras no Ipatingão.

Independente de quem seja o escolhido, já está na hora da cúpula Tricolor começar a se mexer de verdade, que abram os cofres e corrijam os erros que eles mesmos cometeram, caso contrário, a nossa dor de cabeça ainda vai continuar por um bom tempo.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 22

Tricolor perde mais um clássico

Apito final

Postado por: Renan Fochetto - 22/08/2010

Foto: Tricolor perde mais um clássico


Vergonhoso, não existe outro adjetivo que defina melhor o futebol apresentado pelo SPFC no jogo desse domingo.

Três a zero pro Corinthians, fora o baile. Sem falar ainda que Rogério Ceni foi o melhor em campo pelo time.

Sem padrão tático e com os jogadores perdidos em campo, o Tricolor foi uma presa fácil pro time alvinegro. E cabia ainda mais, Ceni fez no mínimo três grandes defesas.

O resultado do clássico de hoje e de todos os outros realizados nesse ano mostram como é gerido o futebol Tricolor atualmente.

Não dá pra ficar aqui culpando esse ou aquele jogador, ou pra ficar procurando falhas individuais que justifiquem o resultado.

As vezes me parece que alguns diretores do time encaram o departamento de futebol como uma simples brincadeira. Já estamos há alguns meses sem um lateral direito de origem, meia de criação então nem se fala.

As contratações no Morumbi são sempre de baciada, nesse ano foi assim, e mesmo dessa forma o time não conseguiu suprir as carências que tinha. Muitas contratações, e a maioria feita de forma equivocada.

O resultado do jogo mostra que é preciso repensar a gestão do futebol no SPFC. Se continuar desse jeito teremos muitas outras dores de cabeça.

Se eu fosse Juvenal Juvêncio já começaria a me preocupar, com a aproximação do pleito Tricolor, o fraco desempenho da equipe nas duas últimas temporadas pode definir o rumo da próxima escolha.

Abre o olho JJ!

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 2 comentários

 

ago 20

Dagol fora do clássico

Bastidores

Postado por: Renan Fochetto - 20/08/2010

Foto: Dagol fora do clássico


O atacante Dagoberto não foi relacionado pro clássico contra o Corinthians no próximo domingo, dessa forma o atleta está liberado da concentração e também da partida.

A situação do jogador é das mais delicadas, tido pra alguns como um dos responsáveis pela eliminação na Libertadores, a vida do jogador tornou-se um tormento depois que o time caiu na competição.

Há quem diz que a reclamação de Rogério Ceni no primeiro jogo contra o Internacional foi justamente por alguns comportamentos do jogador.

Dagoberto chegou ao Morumbi com o status de Estrela, mas as suas atuação não fizeram jus a esse título. Justiça seja feita, algumas atuações até fizeram, mas vale dizer que majoritariamente, as melhores exibições dele foi contra times pequenos.

Não acho que seja justo o jogador levar a culpa pela eliminação, até porque não é ele o responsável pelas contratações da equipe. Outros erros maiores foram cometidos.

Mas acredito sim que o jogador deixa a desejar em jogos de mais emoção. Nos jogos contra o Inter, Dagol sequer conseguiu produzir alguma coisa, pelo contrário, atrapalhou algumas jogadas de ataque e dificilmente contribuía na marcação.

O que Dagoberto não tem noção é o quanto a torcida esperava que ele fosse decisivo. Esperávamos muito mais dele.

Acredito que o ciclo do jogador no clube tenha mesmo chegado ao fim, é triste saber que tenha sido dessa forma, mas por mais que tentemos o isentar disso, é preciso reconhecer também que o atleta contribuiu bastante pra que a história dele no Tricolor tivesse esse fim.

Espero estar errado, torço pra que tudo isso passe e pra que ele dê a volta por cima, mas quantos mais os dias passam mais a situação dele se complica, as últimas declarações dele mostram isso.

E você, o que acha? Dagol fica ou vai embora?

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 1 comentário

 

ago 17

A apresentação de Hernanes

Bastidores

Postado por: Renan Fochetto - 17/08/2010

Foto: A apresentação de Hernanes


O volante Hernanes chegou nos últimos dias à equipe da Lazio-ITA. O jogador foi contratado por cerca de 10 milhões de euros (dê graça hein?!).

O fanatismo do torcedor italiano pôde ser constatado pelo jogador logo no aeroporto.

"Já no avião ouvi comentários sobre o fanatismo, a paixão que existe pelo time e sobre o dérbi local. Fui surpreendido, pois esperava chegar e passar despercebido, mas logo no aeroporto havia pessoas me esperando. A recepção dos torcedores foi mais calorosa do que eu imaginei e isso foi muito legal."

Na apresentação o jogador começou a testar o seu italiano, assim como falou também sobre posicionamento em campo e esquemas táticos.

Confesso que agora sinto inveja dos torcedores da Lazio, talvez seja aquele problema de valorizar melhor as coisas depois que as perdemos. Coisa comum na torcida Tricolor.

Hernanes é um grande ídolo Tricolor, e sou favorável a respeitarmos aqueles que tiveram grandes conquistas e sempre se demonstraram dignos de vestir o nosso manto sagrado.

A Lazio será apenas uma ponte para Hernanes, tenho certeza. Pelo que ele joga dá pra ir muito mais longe.

Deixo aqui o Link da coletiva de apresentação do jogador ao clube italiano.



Parabéns Hernanes!

Fonte: www.globo.com

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

Página 1 de 3   |  próxima »»  |   ir para a página   

início blog


Editoria

Últimos posts

Posts anteriores


Ir para o topo da página

© 2001 - 2014 A Tribuna - ( Todos os direitos reservados )

wSoMa