ago 21

Chegamos lá

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 21/08/2014


O primeiro turno está terminando e conseguimos ingressar no G4. A vitória contra o Inter por 1 a 0 no Beira Rio foi suada e com um gol de Ganso, que atendeu aos pedidos do Muricy e decidiu ser mais presente na área adversária.

Domingo vamos ter mais dificuldades pela frente, recebendo o Santos, no Morumbi. Para o rival, que também quer chegar ao G4, um jogo de seis pontos. Para o Tricolor, um duelo para consolidar o alto astral, subir mais na tabela e ainda procurar manter a invencibilidade contra os rivais paulistas neste Brasileirão.

Empatamos com o Corinthians (1x1) na Arena Barueri e vencemos o Palmeiras (2x1) no Pacaembu. Se conseguirmos três pontos diante do Peixe, chegaremos aos 32 e poderemos fechar o turno numa situação confortável (depois ainda restarão duas partidas).

Muricy, que já começava a sofrer pressão da diretoria e da torcida, ganhou novamente a confiança de todos depois das vitórias contra Vitória, Palmeiras e Inter. E se havia alguma suspeita de complô dos atletas contra o comandante, elas foram sepultadas com os desempenhos do time, principalmente no Sul, quando todos demonstraram muita raça e amor à camisa.

É claro que temos que reconhecer que a sorte está jogando um pouquinho do nosso lado. Ela faz parte dos ingredientes de um elenco na busca do título. Vamos continuar torcendo para as coisas continuarem bem e para que as contusões deixem nosso Tricolor em paz neste segundo semestre pois ainda vamos ter que disputar a Copa Sul-Americana e Muricy precisará de todos seus comandados em condições ideais.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 18

Na cola do G4

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 18/08/2014


A vitória no clássico contra o Palmeiras nos manteve na cola do G4. Vamos ter uma semana complicada pela frente, com jogos contra o Inter, que chegou a liderar o Brasileirão de sábado para domingo, e diante do Santos FC, o histórico clássico San-São.

Seria ótimo conquistar os seis pontos, mas vamos depender, e como, da nossa defesa em ambos os jogos. Vai ser proibido falhar, caso contrário, poderemos cair novamente para uma posição intermediária na tabela.

Estamos na reta final do primeiro turno e, felizmente, numa condição bem mais confortável do que aquela do ano passado, quando o rebaixamento rondou o Morumbi até a metade do returno. Mas agora a situação é outra e temos que focar o G4 e o retorno à disputa da Libertadores em 2015.

Depois de Inter e Santos, ainda restarão duas partidas do primeiro turno: Figueirense, fora, e Sport, em casa. No total são 12 pontos em jogo. Se ganharmos todos, o que reconheço ser difícil, o Tricolor vai entrar no returno embalado e preparado para brigar pelo título de campeão.

O time, isso é evidente, continua apresentando altos e baixos, mas na hora que se acertar, será um adversário bem mais difícil de ser batido. Pato e Alan Kardec começam a deslanchar. Luis Fabiano está perto de voltar. E Ganso tem caprichado nas assistências. São ingredientes que Muricy Ramalho precisa para encontrar a tática de jogo ideal que tanto necessitamos.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 14

Paciência no fim

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 14/08/2014


A paciência da diretoria está terminando e o foco começa a ser direcionado para o treinador Muricy Ramalho, pressionado diante da recente eliminação da Copa do Brasil para o Bragantino.

Ganhamos o jogo da ida, em Ribeirão Preto, por 2 a 1, e poucos imaginavam que o time do interior iria conseguir reverter a vantagem são-paulina em pleno Morumbi.

Mas aconteceu e fomos eliminados da competição, que é considerada o caminho mais curto para a Copa Libertadores. As atenções voltam a se concentrar no Brasileirão, mais precisamente para o jogo dos desesperados, o clássico contra o Palmeiras, domingo, no Pacaembu.

Os dois times precisam da recuperação, especialmente nosso rival, que começa a se aproximar perigosamente da zona da degola. Por isso virá com tudo em busca dos três pontos.

Volto a dizer que o que mais preocupa é o fato de perdermos toda a força na condição de mandante. O Morumbi não assusta mais os adversários. Prova disso é que fomos eliminados de competições por Ponte Preta, Penapolense e Bragantino, todas do interior paulista.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 12

Muricy realista

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 12/08/2014


Assim como pensa o técnico Muricy Ramalho, os são-paulinos menos fanáticos e mais realistas também ainda não consideram o time em condições de chegar ao título do atual Campeonato Brasileiro. Muricy admite que até agora não conseguiu encontrar a formação ideal, que precisa fazer modificações com frequência e que falta entrosamento e consistência.

E quanto à pontuação, o que Muricy mais questiona são os pontos desperdiçados no Morumbi contra Chapecoense e Criciúma. Disputamos seis pontos em casa contra os catarinenses e só ganhamos um. Desperdiçamos cinco. São pontos que nos farão muita falta porque os adversários são considerados modestos, principalmente na condição de visitantes, e o Tricolor tinha que se impor como favorito na posição de mandante.

Pato já conseguiu os gols que precisava para desencantar de vez. O primeiro foi aquele de pênalti que o Rogério Ceni deixou ele bater contra o Bragantino, e depois os dois contra o Vitória (ganhamos de 3 a 1 no Morumbi). Esperamos que agora ele se firme como titular e faça de vez as pazes com a torcida. Apoio dos companheiros não vai faltar, principalmente de Kaká e de Ganso.

Pode até ser que os jogos desta semana (Bragantino na quarta pela Copa do Brasil, e Palmeiras no domingo pelo Brasileirão) nos possibilitem bons resultados. Se isso acontecer, então sim ganharemos mais confiança e moral na reta final do primeiro turno do principal campeonato do país. Mesmo assim será pouco para achar que vamos ganhar esse título.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 08

Um elenco em débito

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 08/08/2014


Uma grande expectativa cerca nosso próximo jogo pelo Campeonato Brasileiro, domingo contra o Vitória às 18h30, no Morumbi. Eu acho que mais uma vez nosso estádio terá um público superior a 40 mil torcedores. Não pelos últimos resultados do time em casa, mas em virtude do reencontro de Kaká com a torcida após muitos anos de ausência.

A mídia esportiva não cansa de falar que o Tricolor tem um ótimo elenco, mas é difícil entender porque a equipe não consegue se encontrar em campo. Muricy Ramalho enfrenta dificuldades para encaixar as peças e implantar um esquema tático que resulte em vitórias. A torcida se impacienta, com razão, e acaba vaiando o time.

Vamos ter que vencer ou vencer os baianos, não importa o placar. Contra o Criciúma não soubemos segurar a vitória nos últimos minutos e cedemos o empate, que para nós veio com um sabor amargo de derrota. Na situação atual o que importa é assegurar os três pontos, principalmente como mandante.

Como afirmei no comentário anterior precisamos melhorar o desempenho para alcançar uma média melhor e não correr mais riscos como no ano passado. Mas, independentemente do placar, vamos ficar na torcida para que Kaká reviva suas grandes apresentações com a camisa são-paulina.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

Página 1 de 135   |  próxima »»  |   ir para a página   

início blog


Editoria

Últimos posts

Posts anteriores


Ir para o topo da página

© 2001 - 2014 A Tribuna - ( Todos os direitos reservados )

wSoMa