out 27

Vitória e vice-liderança com apoio do torcedor

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 27/10/2014


Para não correr nenhum risco o São Paulo fez o que deveria fazer sempre que joga no Morumbi: com cinco minutos já vencia o Goiás por 2 a 0 na noite desta segunda-feira (27). Um placar que deu tranquilidade ao time de Muricy Ramalho, além de evitar o nervosismo e o desgaste físico excessivo.

Em determinado momento do segundo tempo, o comandante chegou a mandar o time sair da defesa para evitar que o adversário fizesse um gol e complicasse a vitória que parecia fácil. Assim, não custou muito para Alan Kardec fechar o triunfo com o terceiro gol.

A torcida também entendeu a necessidade de estar presente para apoiar o elenco na "caça à raposa" e compareceu em grande número. Não é qualquer clube que leva ao estádio mais de 30 mil torcedores numa noite de segunda-feira, dia completamente inadequado para o futebol no Brasil.

Michel Bastos teve grande atuação, com as assistências nos três gols, e soube compensar com sobras a ausência de Kaká.

Temos pela frente 21 pontos em disputa e, assim como o Cruzeiro (semifinalista da Copa do Brasil) também estamos numa competição paralela (Copa Sul-Americana). Ambas garantem vaga na Libertadores, dependendo da colocação.

Continuo achando que o preparo físico vai ser determinante nas pretensões dos dois e dos demais times que lutam pela vaga no G4. O Cruzeiro jogará em casa contra o Santos, enquanto que o Tricolor receberá o time do Equador. E depois, no domingo, temos Criciúma, em Santa Catarina, pelo Brasileirão.

Correção: o último parágrafo foi modificado pois o jogo de ida contra o Emelec será no Morumbi e não no Equador conforme tinha informado antes. Desculpem pelo equívoco.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

out 27

Controlar os nervos e evitar correria

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 27/10/2014


Mais um jogo no Morumbi e a obrigação de vencer é nossa. O adversário desta noite de segunda-feira é o Goiás. Como eu tinha comentado anteriormente, aconteceu o que muita gente esperava. Perdemos a vice-liderança no sábado. Caímos para a quarta colocação.

O empate hoje nos devolve o segundo lugar, mas a igualdade não interessa de modo algum. É vencer ou vencer para continuar atrás da Raposa, que só empatou no sábado. Se o Tricolor ganhar, a diferença cai para cinco pontos.

Por isso, controlar os nervos e evitar muita correria será essencial. Temos que vencer o Goiás, nem que seja de 1 a 0, no toque de bola. O adversário não tem muitas pretensões, mas está mais próximo da zona do rebaixamento. Isso significa que deve se desdobrar em campo.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

out 23

Preparo físico será essencial

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 23/10/2014


Mantivemos a vice-liderança na tabela mas perdemos a chance de encostar no líder Cruzeiro. Sabia que não seria fácil conquistar 3 pontos contra a Chapecoense (apenas empatamos 0x0), empenhadíssima em fugir da zona do rebaixamento.

Infelizmente, tivemos mais um expulso. Agora foi a vez de Paulo Miranda, que desfalcará o time na partida de segunda-feira diante do Goiás, junto com Kaká e Rafael Toloi, que vão cumprir suspensão por receberem três cartões amarelos. O jogo será no Morumbi.

Como os demais duelos da rodada serão no sábado, muito provavelmente estaremos numa posição inferior na classificação. Vencer o Goiás, equipe que também costuma aprontar na nossa casa, será mais do que uma obrigação, sob pena de a vaga no G4 ficar ameaçada.

Semana que vem será complicadíssima para o Tricolor. Depois de enfrentar o Goiás, vai encarar o Emelec pela Sul-Americana na quinta, dia 30. E no dia 2 de novembro, domingo, retorno à Santa Catarina, para confronto diante do Criciúma. O preparo físico será essencial para aguentar a maratona.

Eu tenho uma dúvida: será que Muricy Ramalho vai decidir priorizar um dos campeonatos para não correr risco de ficar fora da Libertadores de 2015?

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

out 20

De novo vice-líder

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 20/10/2014


Rogério Ceni comemorou seu gol contra o Bahia como se fosse o primeiro da sua carreira. E ele teve motivos para isso: afinal foi o primeiro gol do ano na cobrança de uma falta e pode ter sido o último pois ele vai pendurar as luvas e as chuteiras quando a temporada terminar.

Passamos dos 50 pontos. A vitória sobre o tricolor baiano e a derrota do Inter nos devolveram a vice-liderança, a 7 pontos do líder Cruzeiro, que venceu mais uma fora de casa e não permitiu nossa aproximação.

E a maratona vai continuar nesta quarta (22). Vamos à Santa Catarina para enfrentar a ameaçada mas surpreendente Chapecoense, que não dá moleza em casa. Fora de casa ela também apronta, como fez com a gente no primeiro turno: venceu por 1 a 0 no Morumbi.

Fabuloso

Não consigo entender as queixas do atacante Luis Fabiano. Em vez de aproveitar os minutos que joga para fazer sua parte e voltar a marcar, prefere reclamar de ficar no banco de reservas. Muricy já cansou de dizer que joga quem estiver melhor.

Basta o Fabuloso, sempre querido pela maioria dos torcedores, deixar de lado o nervosismo, a violência e o mau humor, que certamente reencontrará o caminho do gol. Quanto mais opções o treinador tiver para montar o ataque, melhor será para o elenco.

Luis Fabiano tem que entender que ele tem uma imensa torcida ao seu favor e que só precisa saber dominar os nervos para recuperar seus dotes de artilheiro.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

out 18

Desfalques no duelo dos tricolores

Comentários

Postado por: Reynaldo Salgado - 18/10/2014


Na defesa, Paulo Miranda. No ataque, Alexandre Pato. São os desfalques do Tricolor para receber o Bahia na noite deste sábado (18) a partir das 18h30 no Morumbi. Miranda está com dores na coxa direita e nem foi relacionado. Pato se contundiu na quarta, no Chile.

Mais duas baixas para complicar o trabalho de Muricy Ramalho na formação do time. A escalação deve ter: Rogério Ceni; Hudson, Rafael Toloi, Edson Silva e Alvaro Pereira; Souza, Denilson, Kaká e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos (Luis Fabiano) e Alan Kardec.

Gilson Kleina já confirmou o Bahia: Marcelo Lomba; Railan, Lucas Fonseca, Titi e Pará; Fahel, Léo Gago e Rafael Miranda; Rafinha, Marcos Aurélio e Henrique. Na arbitragem, o carioca Marcelo de Lima Henrique.

Suspenso na Sul-Americana, Luis Fabiano ganha nova oportunidade de fazer as pazes com o torcedor. Tenho certeza que se ele for escalado e fizer gol, voltará a ser aplaudido. Mas ele tem que deixar o nervosismo de lado e focar apenas no jogo. Se ele se concentrar nisso, os gols voltam e ele cairá de novo nas graças da torcida.

Vou repetir o que venho dizendo desde o começo do campeonato. A obrigação de faturar os 3 pontos é nossa, não importa o adversário. Se voltarmos a perder pontos em casa, ficaremos ameaçados - mais uma vez - no disputadíssimo G4.

Vamos esperar o mesmo empenho demonstrado em Salvador no primeiro turno, logo depois da Copa do Mundo, quando a equipe fez uma grande apresentação e venceu o tricolor baiano por 2 a 0.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

Página 1 de 140   |  próxima »»  |   ir para a página   

início blog


Editoria

Últimos posts

Posts anteriores


Ir para o topo da página

© 2001 - 2014 A Tribuna - ( Todos os direitos reservados )

wSoMa