ver perfil     
nov 23

Tudo Pronto para o Último San-São do Ano!

Campeonato Brasileiro 2014

Postado por: Sérgio Bertóldi - 23/11/2014

Foto: Tudo Pronto para o Último San-São do Ano!


Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Bom Dia Amigos! Desejo um ótimo Domingo para todos! Antes de falarmos das notícias do nosso Santos, peço licença para fazer um esclarecimento. Alguns dos amigos leitores, tem me cobrado uma interação maior, referente as questões que são comentadas por vocês leitores! Não é por descaso, absolutamente! A questão é que ao contrário da maioria dos Blogs, nosso sistema não me permite responder as questões, ou perguntas formuladas por vocês. No modo atual, eu teria que enviar as respostas e-mail por e-mail. Mas já estamos providenciando resolver essa questão. Um Abraço!

Em jogo válido pela 36ª rodada do Brasileirão 2014, Santos e São Paulo fazem o último clássico paulista do ano neste domingo (23), às 17 horas, na Arena Pantanal, em Cuiabá, no Mato Grosso. Conforme já adiantávamos ontem, o Peixe mandou o jogo para o Centro-Oeste de olho em uma cota bastante interessante, principalmente pelo momento financeiro pelo qual o clube passa. Para levar a partida para a Arena Pantanal, o Santos recebeu aproximadamente R$ 1 Milhão, mais as passagens de avião, e hospedagem para 30 pessoas.

Embora o técnico Enderson Moreira tenha mais uma vez, adotado o mistério para confirmar a escalação do Santos que começa o jogo desta tarde com o São Paulo, uma coisa é certa: O Santos pode ter no mínimo duas novidades para esta partida. Recuperados de lesão, o zagueiro David Braz, recuperado de uma hérnia de disco na coluna cervical, e o atacante Geuvânio, recuperado de uma lesão na coxa esquerda, voltam a ficar a disposição do treinador santista, além do lateral esquerdo Mena, que serviu à seleção chilena. Eles devem entrar nos lugares de Neto, Caju e Souza, respectivamente. Restando como única dúvida o comando de ataque que seria formado com Leandro Damião, ou Gabriel.

Quem esta bastante animado com a disputa desse clássico é o camisa 7 Santista! Robinho não joga contra o São Paulo desde 2010, e com o anúncio da possível aposentadoria do goleiro Rogério Ceni, a partida deve marcar o último duelo de Rogério Ceni, goleiro são paulino contra o alvinegro. Apesar de ter voltado do compromisso com o Atlético Paranaense bastante cansado, Robinho afirmou estar preparado para o clássico e vai para o jogo sem problema!

Nesta rivalidade entre Santos e São Paulo, o atacante do peixe leva a melhor em cima do rival. Em 13 jogos contra o São Paulo, Robinho venceu nove, perdeu três e empatou um. Além disso, marcou dois gols no goleiro, e pretende repetir a dose no clássico deste domingo.

No lado tricolor, o técnico Muricy Ramalho, como de costume, também não revelou a escalação inicial para o clássico. No entanto, como o título está “quase” definido para o Cruzeiro, o treinador pode escalar um equipe mista ou reserva, já de olho no jogo contra o Atlético Nacional, da Colômbia, na Copa Sul-Americana. A única certeza que Muricy tem é que não poderá contar com o volante Souza e o atacante Alan Kardec, ambos suspensos.

Mesmo sem ter confirmado oficialmente a escalação do Peixe, O técnico Enderson Moreira deve mandar a seguinte formação a campo: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Neto e Caju; Arouca, Alisson, Souza e Lucas Lima; Robinho e Leandro Damião.





Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 7 comentários

 

nov 22

Santos Com um Olho no Campo e Outro nos Cofres

Campeonato Brasileiro 2014

Postado por: Sérgio Bertóldi - 22/11/2014

Foto: Santos Com um Olho no Campo e Outro nos Cofres


Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

O Santos enfrenta o São Paulo pela 36° rodada do Brasileirão 2014 neste domingo dia 23/11. A partida será realizada na Arena Pantanal às 17 horas, horário de Brasília. O Santos que ocupa a 9ª posição com 46 pontos, optou por levar essa partida inicialmente marcada para a Vila Belmiro para Cuiabá, por uma simples questão financeira!

Sem ter mais o que aspirar na competição (Não corre risco de rebaixamento, ou chance de conquista), o objetivo agora é tentar vender os jogos que ainda faltam, e garantir recursos para os compromissos financeiros do clube. Para levar a partida para a Arena Pantanal, o Santos recebeu uma cota de aproximadamente R$ 1 Milhão, mais as passagens de avião, e hospedagem para 30 pessoas. Convenhamos que nem Vila Belmiro, nem Pacaembu, proporcionariam uma soma como essa, e ainda livre de despesas!

Se a preocupação da Diretoria é com o lado financeiro, o técnico Endersom Moreira e os jogadores tem outra preocupação: O Santos já soma oito jogos sem vitória - são cinco derrotas e três empates, somando-se o Brasileirão e a Copa do Brasil, uma sequência negativa que vem incomodando jogadores e Comissão Técnica. Apesar de o time não ter mais grandes pretensões nesta reta final, o volante Arouca ressaltou a necessidade de voltar a vencer. "É uma coisa que incomoda, ficar tantos jogos assim sem vencer. Mas dá para ver que a equipe está lutando mesmo sem objetivo de título”. Para isso, ele conta com o retorno de alguns companheiros para o clássico contra o São Paulo.

O Santos pode ter duas novidades para esta partida. Recuperados de lesão, o zagueiro David Braz, recuperado de uma hérnia de disco na coluna cervical, e o atacante Geuvânio, recuperado de uma lesão na coxa esquerda, voltam a ficar a disposição do treinador santista.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 3 comentários

 

nov 21

Eleições no Santos

Candidatos a Presidência Santista

Postado por: Sérgio Bertóldi - 21/11/2014

Foto: Eleições no Santos


Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!



Bom Dia Meus Amigos! Dando prosseguimento a série de entrevistas que estamos realizando com os candidatos à Presidência do Santos Futebol Clube, trago hoje a palavra do candidato da chapa “Associação Movimento Mar Branco!” O Senhor Fernando Silva.

Com esta edição, o Blog do Santos encerra a série de entrevistas realizadas com todos os candidatos, até mesmo com aqueles que posteriormente, abdicaram de uma candidatura própria para se unirem a outras chapas!

Foram dados a todos sem distinção, as mesmas questões, e o mesmo espaço para que expusessem seus projetos e suas ideias. Neste período, trouxemos ao torcedor santista a palavra dos candidatos - Modesto Roma Jr. (Santos Gigante), José Carlos Peres (Santos Vivo), Vagner Lombardi (Resgate Santista), Nabil Khaznadar (Avança Santos), Orlando Rollo (Chapa Pense Novo Santos), e Fernando Silva (Mar Branco)

Com isso, o Blog do Santos acredita ter colaborado com o associado santista, oferecendo-lhe a oportunidade de conhecer melhor, cada um dos candidatos que concorrem a cadeira de Presidente do Santos!


Antes de iniciarmos as perguntas, eu pediria ao Senhor Fernando Silva, que fizesse uma breve apresentação de sua pessoa, assim como de sua ligação com o Santos! Feita essa apresentação, vamos as perguntas:

Eu sou o Fernando Silva, tenho 58 anos, sou empresário e minha ligação sentimental com o Santos se dá desde que nasci. A política, desde que participei da fundação da Resgate Santista. Em 2010, assumi o comando do futebol do clube, quando montamos o time campeão da Copa do Brasil, Libertadores e tri-Paulista.


1. É a primeira vez que o senhor concorre a um cargo diretivo dentro do Santos? 


R: Não. Disputei as eleições de 2001. Não me candidatei nos pleitos seguintes porque, à época, foram feitas algumas alterações no estatuto que fizeram com que poucas pessoas estivessem habilitadas a concorrer ao cargo.

2. Por que só agora lhe despertou a vontade de Concorrer a Presidência do Clube?

R: Além da questão citada na pergunta anterior, entendo que o Santos de hoje vive uma situação muito parecida com o que pegamos em 2010. Altas dívidas, departamentos-chave abandonados, recursos mal geridos, contratações de atletas de custos exorbitantes, enfim, um clube que precisa de uma urgente correção de rumo. Temos capacidade e experiência para reverter esse quadro. Já fizemos uma vez, e faremos novamente.

3. O Senhor se sente preparado para ser presidente de um dos clubes mais famosos e conhecidos do mundo?

R: Sem dúvida. Não só me sinto preparado como tenho certeza de que a experiência que adquirimos no biênio 2010-11 é fundamental para dar novos rumos ao Santos FC.

4. O Senhor já teve alguma experiência anterior, em cargos diretivos dentro de algum outro clube?

R: A maior experiência, como dito anteriormente, foi a de participar da gestão e comandar o futebol de um clube que se encontrava em situação muito complicada sob o ponto de vista administrativo, financeiro e esportivo.

5. Na sua ótica, quais os principais problemas que hoje existem no clube? O senhor tem certeza de poder saná-los?

R: O clube sofre com altas dívidas. Esse é o maior problema. Em curto prazo, há cerca de R$ 130 milhões a serem quitados, enquanto todos os débitos do Santos beiram os R$ 400 milhões. A condição do Santos em 2010 não era muito diferente. Conseguimos renegociar os compromissos de curto prazo e criar uma programação de pagamentos que possibilitou administrar a casa e montar um time campeão. Uma competente equipe apenas aguarda nossa eleição para colocar o plano em prática. Fizemos uma vez e faremos de novo.

6. É de conhecimento público, que o Santos tem hoje uma divida de aproximadamente 380 Milhões. Sua gestão será para sanar a situação financeira do clube, ou dá para prometer uma equipe competitiva, com reais chances de brigar por títulos?

R: É perfeitamente possível resolver a situação financeira e montar uma equipe competitivo. Como disse anteriormente, tínhamos uma grande dívida a resolver, com uma parte considerável no curto prazo, e com tudo isso, chegamos ao título da Libertadores. Com junção de muito trabalho e profissionais competentes isso se torna possível.

7. A atual administração, só de jogadores vendeu mais de dois times inteiros, se eleito for, o senhor pretende contratar uma auditoria para levantar aonde foi gasto todo esse dinheiro que entrou no clube?

R: Não acredito que as pessoas que hoje administram o Santos sejam desonestas. São apenas incompetentes. Por conta de um projeto de poder, colocaram seus interesses acima do clube, acomodando todos os seus apadrinhados. E querem se perpetuar no poder por meio do Nabil. Após assumirmos, tomaremos consciência da real situação do clube. Caso seja detectado algo de natureza duvidosa, colocaremos em prática as medidas cabíveis.

8. Caso seja eleito, como será a montagem de sua equipe (Diretoria), pretende usar profissionais (executivos) como o grupo gestor fez, ou pessoas que realmente fazem parte do mundo do futebol?

R: O problema não está na colocação dos executivos de dentro ou fora desse universo, mas sim na acomodação política. Nossa gestão será pautada na meritocracia. Não haverá cargos oferecidos por favores ou promessas. Buscaremos os melhores gestores, com currículo e experiência em cada área. E, obviamente, para lidar com futebol, colocaremos quem entende desse mercado.

9. Por falar em Grupo Gestor, o Senhor pretende manter essa forma de dirigir o clube, ou existe a possibilidade de uma nova mudança no estatuto, voltando ao regime presidencialista?

R: A existência do Comitê de Gestão é uma exigência do estatuto. O que é necessário é que o CG atue como idealizado em sua criação, tal qual um Conselho de Administração de uma grande empresa. Sua participação se dará em questões estratégicas e não em decisões menos importantes.

10. A atual diretoria, praticamente afastou da Vila Belmiro os ídolos do passado, que construíram a história do Santos, apenas por terem colaborado com a diretoria anterior, o senhor tem alguma ação em mente, para traze-los de volta ao clube?

R: O Santos é o que é por conta de todos esse ídolos. É um absurdo não tê-los próximos. A inserção desses grandes nomes da história do clube acontecerá logo após a nossa eleição. Devemos reconhecer seus feitos a cada dia, apresentá-los como exemplo aos atletas, utilizá-los como propagadores doa nossa marca e integrá-los aos planos de relacionamento com o sócio-Rei.

11. Na sua gestão, o senhor vai continuar pagando altos salários aos jogadores, como acontece agora, ou pretende estipular um teto salarial como já existe no São Paulo por exemplo?

R: Implantaremos a política de teto salarial e produtividade, algo que já utilizamos quando passamos pelo clube em 2010-11. Reduzimos os gastos do Santos e pudemos investir na montagem de um time campeão.

12. Qual será a sua política de contratação? O Santos irá trabalhar com craques de ponta, ou jovens promessas da base que possam render dividendos ao clube no futuro?

R: A primeira alteração no atual modus operandi é não contratar jogadores por valores acima do mercado. O time campeão da Libertadores de 2011 foi uma combinação dos bons valores que lá estavam com talentos que buscamos no mercado. Essa experiência de identificar oportunidades só nós temos. E já provamos que temos. Utilizaremos a base de forma consistente, mas dentro de um planejamento, não para resolver situações emergenciais, algo que foi feito com frequência nesses últimos tempos.

13. O Santos continuará servindo de Barriga de aluguel para Empresários?

R: O trabalho que implantaremos em 2015 será a continuação do que fizemos em 2010-11. Paulatinamente, fomos reduzindo a participação de terceiros nos direitos econômicos das nossas joias. Em nosso projeto para a base, o Santos será dono da maior parte de todos os atletas.

14. Há muito tempo o Santos carece de pessoas de peso, que representem os interesses do clube, tanto dentro da Federação Paulista, como na CBF. Hoje não temos a mínima representatividade em nenhum dos dois órgãos! Qual sua ideia sobre isso?

R: Com uma equipe qualificada na gestão do clube, teremos condições de administrar para dentro e para fora. Enquanto o Santos estiver nas mãos de pessoas como as que lá estão, e que querem continuar elegendo o Nabil, não se resolverá nem os problemas internos, quanto mais a representatividade nos principais órgãos do futebol.

15. Há mais de um ano que o Departamento de Marketing do Santos, não consegue trazer para o clube um patrocinador Master, mesmo sendo a marca Santos, famosa como é! Como o senhor vê essa situação?

R: Temos uma camisa forte e uma marca consistente no futebol brasileiro. A ferramenta que utilizaremos no processo de captação de patrocínios é algo que a atual administração não possui. Aliaremos nossa credibilidade a uma equipe formada por profissionais de mercado e com capacidade, não escolhidos apenas por participar de um grupo político.

16. Muitos torcedores, principalmente os da Capital, acham que o Santos só vai ser grande quando mudar de santos para a capital, o que o senhor que viu o santos se transformar no clube brasileiro mais conhecido lá fora, sem ter de sair de Santos, pensa sobre isso?

R: Podemos continuar tendo Santos como nossa matriz e potencializar a expansão comercial e de marca para São Paulo. Uma coisa não inviabiliza a outra. Não devemos perder nossas raízes, mas, mesmo tempo, é pouco inteligente virar as costas para a maior pujança econômica da América Latina.

17. A Vila Belmiro quando recebe jogos do Santos, raramente apresenta um público a altura da grandeza do Santos! Como reverter isso? Como tornar a Vila Belmiro, novamente atrativa aos olhos do torcedor?

R: A Vila Belmiro carece de modernização. Temos pesquisas que apontam quais os anseios do santistas quanto à Vila Belmiro e vamos atende-los. Segurança e conforto serão os primeiros pontos a serem resolvidos. A segunda medida refere-se ao sócio-Rei. Temos que retomar os atrativos, criados em 2010-11, que fizeram com que o programa do clube tivesse a maior taxa de conversão de torcedores para participantes. Em nossa gestão, o santista de carteirinha não pagará ingresso. Os frequentadores mais assíduos receberão diversas recompensas, e a gratuidade nas entradas será uma delas. O terceiro ponto é o time. Condições reais de disputar títulos constituem-se em eficazes argumentos para aumentar público nos jogos.

18. O senhor pretende chamar o Pelé para ser o embaixador do Santos, e ajudar o Clube a trazer patrocínios que estejam à altura de sua gloriosa história?

R: O Pelé já tem contrato com o Santos FC, porém a imagem do Rei do Futebol simplesmente não é usada. Nossa intenção é trabalhar o Pelé e mantê-lo como um ativo do clube e deixando-o mais próximo do torcedor. Ainda realizarei meu sonho e vê-lo ser recepcionado na Vila Belmiro como a Bombonera recebe o Maradona.

19. Quais suas ideias para as divisões de base? Embora o trabalho de revelar jogadores seja reconhecido até por clubes rivais, a estrutura oferecida aos garotos pode melhorar? E o aproveitamento dos jogadores formados na base, não é muito tímido perante o número de bons talentos revelados?

R: A qualidade do Santos FC em revelar jogadores é inquestionável. Porém, desde 2013, não existe mais um cuidado com a base. Retomaremos investimentos em estrutura física, recolocaremos o Projeto Navi em prática, criaremos um planejamento de utilização dos atletas nas equipes superiores e faremos com que todos os times atuem no mesmo padrão tático do principal.

20. Recentes pesquisas divulgadas pela imprensa, apontam um crescimento da torcida santista em quase todo país, o que o marketing do Santos pode criar para atrair esse torcedor para o quadro associativo do clube?

R: O programa de sócio-torcedor não pode se restringir a apenas privilégios a quem vai ao jogo. Iremos ampliar a os benefícios para todos os participantes e concederemos descontos para aqueles que moram longe de Santos e que não têm possibilidade de ir sempre ao jogo.

21. O torcedor santista, viu seus principais rivais construírem arenas modernas e confortáveis para seus torcedores, faz parte dos seus planos a construção de uma nova arena para o nosso glorioso alvinegro Praiano?

R: O principal ponto é que o Santos não pode ficar para trás em relação aos concorrentes. No futebol moderno, precisamos dar conforto e segurança ao público. Qualquer que seja a solução, reforma ou construção de uma arena, a Vila jamais será menosprezada e deve seguir como um ativo do Santos. Temos como compromisso de campanha sair da imobilidade que caracteriza a atual gestão e decidir em seis meses de mandato qual caminho seguir. Principalmente porque, hoje, o clube não tem condição de tocar um projeto desse vulto sozinho.

Fique a vontade para expor algo que eu possa não ter perguntado! Obrigado, e Boa Sorte na sua caminhada rumo à presidência do clube!

Coragem para modernizar, ousadia para ir além. Essa mensagem é o lema que nos impulsiona nessa campanha e que gostaria de deixar aos santistas.
Nunca tivemos tantos candidatos e nem tantos aptos a votar. Da mesma forma, nunca o Santos teve tanta urgência em solucionar problemas. Estádio defasado e carente de reformas, ausência de relacionamento moderno e inteligente com a torcida, contratos mal costurados, investimentos escassos em CT e base, dívidas crescentes e contratação de jogadores de alto custo e pouco retorno.
Recolocar o Santos no caminho das conquistas, assim como fizemos em 2010-11, são os nossos compromissos com o torcedor. Contamos com a confiança de todos para realizar a transformação que o nosso alvinegro tanto necessita.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 8 comentários

 

nov 20

E o Jejum Continua! Até Quando?

Campeonato Brasileiro 2014

Postado por: Sérgio Bertóldi - 20/11/2014

Foto: E o Jejum Continua! Até Quando?


Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Sem ter grandes pretensões nesta reta final do Campeonato Brasileiro, tanto o Atlético-PR como o Santos, jogaram nesta quarta à noite, na Arena da Baixada, para cumprir tabela! Tudo indicava que seria um jogo bastante monótono. Mas com os dois times que não brigam mais, nem por título nem vaga na Libertadores, até que o futebol demonstrado por santistas e paranaenses surpreendeu, principalmente no primeiro tempo. Com velocidade, e criando lances perigosos, os santistas mostraram que vieram dispostos a voltar para casa com os três pontos, e chegaram a abrir o placar, com Robinho. Porém, empurrado pela torcida, o Furacão buscou o empate e ainda esteve próximo de virar o placar nos minutos finais.

O meia Lucas Lima, do Santos, se mostrou satisfeito com a atuação do Peixe no empata em 1 a 1 contra o Atlético/PR, mas reconhece que o empate poderia ter sido com mais gols! Apesar do jogador ficar satisfeito com a partida alvinegra, o Santos aumentou seu jejum de vitórias na temporada. O Santos está Agora, a oito jogos sem vencer. São seis partidas pelo Brasileirão e duas pela Copa do Brasil. É a primeira vez neste ano, que o clube passa por essa situação de ficar oito jogos seguidos sem vencer.

"Fizemos uma boa partida. Viemos para vencer, mas não conseguimos. Mas não perdemos também. Podíamos ter matado o jogo, mas aconteceu. Agora é seguir em frente. Temos que melhorar nessa reta final de campeonato", afirmou o jogador. Com o resultado, ambas as equipes se mantêm empatados com 47 pontos. O Alvinegro conseguiu subir uma posição, chegando ao 8º lugar, por ter mais saldo de gols que o Flamengo. Já os paranaenses se mantiveram no 10º posto.

Quem também aprovou a atuação da equipe foi o técnico Endersom Moreira. O comandante ressaltou o comprometimento da equipe, já que o clube apenas cumpre tabela neste momento. “A gente tem demonstrado isso, nossa equipe tem corrido o tempo todo, tem se dedicado bastante, mas às vezes a gente cria as situações, não faz o gol e o adversário acaba fazendo. Futebol tem desses momentos, o importante é que os jogadores estão se dedicando, sim”, comentou o técnico.

Na próxima rodada, a equipe paranaense vai à Fonte Nova encarar o Bahia, no sábado. A santista fará o clássico com o São Paulo, no domingo, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Infelizmente a perspectiva para o clássico com o São Paulo não é das melhores! Vem mais derrota por aí!

Gostaria de aproveitar, para mandar um grande abraço para o nosso Amigo, o leitor Franco, que envia suas observações como Osvaldo. Domingues. Estou trabalhando a pergunta que você me fez com relação ao patrocínio do time Sub-20. o que posso lhe adiantar é a seguinte informação: O time de Juniores do Santos FC, estreou na Copa do Brasil com a marca da Volkswagen estampada na parte mais nobre do uniforme santista.

Patrocinando as categorias de formação do Peixe desde 2012, a montadora é parte importante nas conquistas dos Meninos da Vila.


FICHA TÉCNICA ATLÉTICO-PR 1 X 1 SANTOS

Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Arnoldo Vasconcelos Figarela (RO)
Cartões amarelos: Sueliton, Cleberson (Atlético-PR)
GOLS: Robinho, aos 27/1ºT (0-1); Cleberson, aos 4/2°T (1-1)


ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton (Mario Sergio, aos 30/2ºT), Gustavo, Cleberson e Lucas Olaza; Deivid (Hernani, intervalo), Paulinho Dias e Bady; Dellatorre (Douglas Coutinho, aos 23/2ºT), Marcelo e Cléo. Técnico: Claudinei Oliveira.

SANTOS: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Neto e Caju; Alison, Souza (Alan Santos, aos 41/2ºT), Arouca e Lucas Lima; Robinho e Leandro Damião (Rildo, aos 27/2ºT). Técnico: Enderson Moreira.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 5 comentários

 

nov 19

Santos Joga Para Fazer as Pazes Com a Vitória

Campeonato Brasileiro 2014

Postado por: Sérgio Bertóldi - 19/11/2014

Foto: Santos Joga Para Fazer as Pazes Com a Vitória


Alô Nação Santista! Saudações Alvinegras!

Que o Santos só esta esperando o dia 07 de dezembro, última rodada do Campeonato Brasileiro para encerrar o ano, isso todo mundo sabe. O que ninguém sabia, era que a total falta de objetivos fosse significar virar saco de pancadas! Sem saber o que é uma vitória há sete partidas, a última vitória do Peixe foi em 19 de outubro, sobre o Palmeiras!

Para interromper de vez essa incomoda sequencia sem vitórias, o técnico Enderson Moreira vai promover algumas mudanças na equipe do Santos, que enfrentar o Atlético-PR nesta quarta-feira (19), às 19h30, na Arena da Baixada, em Curitiba pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Não sei o que pensam os amigos aqui do blog, mas posso adiantar que a alteração mais significativa ocorrerá no comando de ataque.

Leandro Damião que apesar de ter sido jogador de confiança do treinador santista quando o mesmo treinava o Internacional, aqui no Santos vinha sendo reserva. Porém o baixo rendimento do gabgol que apesar de artilheiro da equipe na temporada, vinha perdendo gols incríveis, nas últimas partidas, fez com que Enderson Moreira optasse pelo seu retorno. Desta maneira Damião foi escalado no time titular no treino de ontem terça-feira, o último antes do embarque da delegação Alvinegra para Curitiba.

As mudanças promovidas na equipe não param por ai, além da troca no setor ofensivo, o técnico santista também mexeu no restante do time que vai para o jogo. Com apenas dois atacantes, Robinho formará dupla com Damião, enquanto o volante Souza entra no lugar de Rildo. O zagueiro Edu Dracena que retorna de suspensão, entra no lugar de Bruno Uvini, e fará dupla com Neto, mantido na quarta zaga. Arouca recuperado de uma amigdalite reassume a cabeça de área, David Braz e Geuvânio seguem fora em função de lesões,

Quem volta a figurar no banco de reservas é o zagueiro Gustavo Henrique. O jogador que passou por uma cirurgia em um dos joelhos, voltou a ser relacionado após quase nove meses da sua lesão. Para voltar a fazer as pazes com a vitória depois de sete tropeços, o técnico Enderson Moreira manda a campo a seguinte formação: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Neto e Caju; Alison, Souza, Arouca e Lucas Lima; Robinho e Leandro Damião.

E não é somente o time profissional que entra em campo hoje! Os Meninos da Vila têm um grande desafio nesta quarta-feira (19). Na Vila Belmiro, às 16 horas, o Santos precisa bater o Internacional por dois gols de diferença para chegar à final da Copa do Brasil Sub-20. O Peixe perdeu o primeiro duelo da semifinal, em Porto Alegre, por 2 a 0. Os garotos, comandados pelo técnico Pepinho Macia, esperam o apoio da torcida para este embate. A entrada é franca. Caso a partida termine em 2 a 0 para o Peixe, o duelo será decidido nos pênaltis. O técnico Pepinho Macia espera que o apoio da torcida possa ajudar os Meninos da Vila a virarem o placar sobre o time gaúcho.

TRANSMISSÃO ESPN BRASIL.
BOA SORTE MENINOS DO SUB-20!
BOA SORTE Pepinho Macia, BALLÍO E COMISSÃO TÉCNICA!

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 10 comentários

 

Página 1 de 354   |  próxima »»  |   ir para a página   

início blog


Editoria

Últimos posts

Posts anteriores


Ir para o topo da página

© 2001 - 2014 A Tribuna - ( Todos os direitos reservados )

wSoMa