ver perfil   
ago 31

´SECAR´ DÁ TRABALHO, MAS VALEU

Fim de jogo

Postado por: José Carlos Gomes - 31/08/2014


Amigos palmeirenses, o Verdão conseguiu escapar do retorno à zona da degola. Gente, admito que fui obrigado a ´secar´ os piores times do campeonato e deu certo.

O Vitória desperdiçou até pênalti e o quadro baiano perdeu para o Flamengo. Como bom torcedor dos tempos antigos, acompanhei o jogo por meio de um competente rádio com pilha e ouvi a transmissão da Rádio Tupi do Rio.

No mesmo horário, fiquei de ouvido ligado e ´corujava´ a transmissão da Guaíba de Porto Alegre. O Grêmio fez a parte dele e venceu o Bahia. Portanto, dois ex-treinadores consagrados no Alviverde Imponente, Felipão e Luxemburgo, auxiliaram o Palestra. O Bahia, agora com Gilson Kleina, segue na zona de rebaixamento.

Os resultados da tarde também colaboraram e cabe ao Palmeiras jogar bem contra o Atlético-PR, fora de casa. Acho difícil, mas uma solução seria dar atenção maior à retaguarda.

Quanto ao compromisso da Copa do Brasil, diante do Atlético-MG, classifico como improvável a ´virada´. Infelizmente, fomos incompetentes em São Paulo e dificilmente ganharemos em Belo Horizonte. Desculpem a sinceridade, mas o ano apenas não acabou devido à minha ´secada´ e de tantos palestrinos nessas duas últimas rodadas do Brasileiro. Será que o time vai ajudar um pouco a galera?

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 30

A TORCIDA NÃO MERECE OUTRO SOFRIMENTO

Fim de jogo

Postado por: José Carlos Gomes - 30/08/2014


Amigos palmeirenses, a zona da degola parece questão de horas. Depois de nova derrota no Brasileiro, desta vez para o Internacional, acho que não vai ter jeito.

O Alviverde jogou uma péssima partida e o Colorado poderia ter vencido por uma diferença maior de gols, devido às chances surgidas nos contra-golpes.

Ricardo Gareca tentou ser ofensivo desde o início, mas sem sucesso. E na bobeada do sistema defensivo, inclusive do goleiro Fábio, aconteceu o gol de Jorge Henrique, aquele ex-Corinthians.

Na primeira etapa, por sinal, o Internacional quase chegou ao segundo gol. Foram quatro oportunidades claras para marcar, além do tento convertido.

Gente, a galera compareceu: 33.519 espectadores. Os torcedores não merecem sofrer com mais um rebaixamento. Agora, será um atrás do outro? Assim não dá.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 29

CHAMA O DENILSON

História alviverde

Postado por: José Carlos Gomes - 29/08/2014


Amigos palmeirenses, Ricardo Gareca enfrentou dificuldades para pensar no time que vai entrar em campo diante do Internacional, no Pacaembu.

São tantos desfalques. Além de Tobio e Henrique, suspensos, o ala Victor Luis sentiu entorse no tornozelo direito e Wesley, com dores na coxa, fica fora por três semanas. Wendel e Victorino não jogam, devido a um incômodo muscular.

E o Denilson? Qual o motivo do título deste post? Gente, pelo que observei recentemente, o ex-jogador revelado no São Paulo parece em forma, embora no último Torneio de Futebol da ACEESP o time de cronistas de Santos tenha eliminado a equipe dele.

O rapaz jogava muito e foi bem no Palmeiras em 2008. Precisamos de bons jogadores, mas acho que o moço não vai deixar a Renata Fan para voltar aos gramados.

Antes de conferirmos uma boa apresentação do Denilson contra o Internacional, anotem uma provável formação palestrina para o confronto de 2014: Fábio; Weldinho, Lúcio, Wellington e Juninho; Marcelo Oliveira, Renato e Allione; Leandro (Mendieta), Mouche (Mazinho) e Cristaldo.

Relembremos então o simpático Denilson, que sempre valorizou a passagem dele pelo Alviverde Imponente. E parabéns pelos 37 anos completados no domingo, garoto. Você é gente boa.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 28

GARECA NÃO PRIORIZA O BRASILEIRO, APESAR DO INSUCESSO NA COPA DO BRASIL

Fim de jogo

Postado por: José Carlos Gomes - 28/08/2014


Amigos palmeirenses, o maior campeão nacional de todos os tempos (dez conquistas, sem considerar ainda uma Copa dos Campeões) perdeu em casa diante do Atlético-MG, perante cerca de vinte mil torcedores, que cantaram ´parabéns´ pelo Centenário e cobraram a saída do presidente Paulo Nobre.

O Galo mereceu vencer, mesmo porque a principal chance de gol da equipe comandada por Ricardo Gareca foi um pênalti inexistente. Henrique desperdiçou a segunda cobrança, depois de converter a primeira, invalidada pela invasão de área por parte do Mendieta.

Pois é, Mendieta jogou, assim como Victor Luís. Nada contra o garoto Victor, que sabe jogar, mas Gareca precisa definir o time palestrino e dar sequência de jogos aos atletas.

Devo registrar as boas defesas do goleiro Fábio. Aquela intervenção no chute de Tardelli pode ser considerada fenomenal.

Bem, o treinador portenho garantiu que não dará prioridade à fuga do rebaixamento no Brasileiro e torce por bom resultado na partida de volta na Copa do Brasil.

Quanto ao protesto da galera, entendo como natural, pois é possível perceber que alguma coisa tem de ser feita. Ronaldinho Gaúcho estava praticamente contratado e, de acordo com Tiago Leifert, do Globo Esporte, a diretoria tentou alterar determinada cláusula do acordo. Roberto Assis, irmão e procurador de Ronaldo, teria recuado naquele momento. Lembram que ocorreu situação semelhante com Kardec? Assim não dá.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

ago 27

FALTOU HOMENAGEM PARA UM GRANDE GOLEADOR

História alviverde

Postado por: José Carlos Gomes - 27/08/2014


Amigos palmeirenses, entendo ser desagradável tocar no assunto, mas na festa do Centenário, realizada no Citibank Hall, César Lemos compareceu e não foi chamado ao palco para receber homenagem.

Como sabemos, o segundo grande artilheiro da história palestrina faz parte da oposição e vai ocorrer eleição dentro de alguns meses. Paulo Nobre ainda não confirmou a intenção de seguir no cargo, mas Wlademir Pescarmona é candidato oposicionista e César deve integrar a chapa, provavelmente como vice.

Portanto, com certeza, o aspecto político foi determinante, uma vez que Dudu, Ademir da Guia, Luís Pereira - vindo da Espanha, Mazzola- que vive na Itália, Marcos, Evair e Jorginho Puttinati foram reverenciados pelo atual presidente.

Gente, César é um ídolo eterno. Jamais poderia deixar de receber a homenagem. Devo muitas tardes de alegria aos gols dele, nos sábados e domingos. Lamentável a postura do máximo mandatário periquito. Bem, basta lembrar que sob o argumento de não ter visto jogar, Nobre não incluiu Ademir da Guia entre os melhores do Palmeiras, na enquete promovida pela Revista Placar. E formou o meio de campo com César Sampaio, Jorginho Puttinati e Alex. Nada contra o Jorginho, que jogava bem. Gostava do futebol dele, mas deixar de citar o Divino.

Quanto ao simpático ´Maluco´, relembro vários lances do homem neste post. Antes, segue o provável Alviverde para enfrentar o Galo, no Pacaembu: Fábio; Weldinho, Lúcio, Victorino (Gabriel Dias) e Juninho; Marcelo Oliveira, Renato e Allione; Mouche, Leandro e Henrique.

Puxa vida, como gostaria que o faro de gol do César Lemos pudesse inspirar o Leandro. Avanti, Palestra.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 1 comentário

 

Página 1 de 350   |  próxima »»  |   ir para a página   

início blog


Editoria

Últimos posts

Posts anteriores


Ir para o topo da página

© 2001 - 2014 A Tribuna - ( Todos os direitos reservados )

wSoMa