ver perfil     
dez 17

Confira o curta-metragem "Dois mil e doze" e os bastidores da apresentação de Tite

Futebol

Postado por: Gabriel dos Santos - 17/12/2014

Foto: Confira o curta-metragem


Nesta quarta-feira, dia 16, dois anos após a conquista do bicampeonato mundial, o Corinthians divulgou em sua conta oficial do YouTube, o curta-metragem "Dois mil e doze", que conta com depoimentos de personagens de bastidores e de jogadores do Timão sobre a conquista do mais importante título da história corintiana.

Confira também os bastidores da apresentação e um recado especial aos torcedores do técnico que nos levou até lá, Tite.

E que o próximo esteja por vir!!

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

dez 16

Dois anos do Mundial

Futebol

Postado por: Gabriel dos Santos - 16/12/2014

Foto: Dois anos do Mundial


16/12/2012. O dia mais importante da história do Corinthians. O título mais desejado. A torcida mais vibrante. 30 mil corintianos viram de perto. Emoção, euforia e alívio.

O Chelsea era favorito. Tinha jogadores melhores. David Luiz, Hazard, Mata... Mas três fatores foram determinantes para a vitória alvinegra. Torcida, raça e Guerrero.

E fomos campeões. Uma vitória heroica diante do bilionário Chelsea, no Estádio Internacional de Yokohama, no Japão, garantiu ao Corinthians o bicampeonato mundial de clubes da FIFA.

Dos 68.275 pagantes, cerca de 30 mil eram corintianos.

Coincidentemente, o cara que nos levou a esse tão sonhado título, Tite, foi apresentado oficialmente agora há pouco e concedeu uma entrevista coletiva. Antes disso, mandou um recado à Fiel por meio do Instagram do clube. "Bom dia, torcida corintiana. Estou de volta. Um abraço a vocês. É nós!".

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 0 comentário

 

dez 15

Guerrero: fica ou não fica?

Futebol

Postado por: Gabriel dos Santos - 15/12/2014

Foto: Guerrero: fica ou não fica?


Autor dos dois gols do título mais importante da história corintiana, o Mundial de Clubes, o atacante Paolo Guerrero é protagonista da famosa "novela" da atual janela de transferências. Clubes dispostos a levá-lo não faltam.

Afinal, o que o Timão perderia sem seu principal atacante? O valor pedido pelo peruano para renovar seu contrato é acessível à capacidade financeira do futebol brasileiro? Será que ele fica ou vai embora?

Que Guerrero é o maior ídolo da Fiel, de 2012 pra cá, ninguém duvida. Porém, sua passagem pelo clube foi marcada por altos e baixos. O peruano estreou com o manto alvinegro em julho de 2012. Sua primeira bola na rede foi em setembro do mesmo ano. Avançando um pouco mais no tempo, o atacante chegou a esquentar o banco e quase ficou de fora da lista do Mundial por uma lesão no joelho.

Confesso que achava que o Guerrero não tinha o perfil para o Corinthians. Eu não gostava do seu estilo de jogo. Fazia muitas faltas, só queria brigar e era cercado de polêmicas.

Mas Guerrero calou minha boca. Foi ao Japão e sentiu na pele o porquê a torcida do Timão se autodenomina como “bando de loucos“. 30 mil corintianos atravessaram o planeta e outros 30 milhões no mundo acompanharam cada segundo daquele Mundial. Primeiro contra o Al Ahly, depois contra o Chelsea. E deu Guerrero. Deu Corinthians. O camisa 9 da Fiel foi o encarregado de fazer a torcida mais louca do Brasil chorar, comemorar e, com certeza, idolatrá-lo.

2013 foi um ano péssimo. Não só pra ele como para o Corinthians. Já 2014, a Fiel conheceu o cara pelo qual o Timão se interessou quando o contratou. Decisivo, matador e raçudo. Hoje, é a peça-chave do elenco, um dos principais atacantes de Brasil e esteve, junto com Diego Tardelli, do Galo, no ataque do time dos melhores do Brasileirão deste ano.

Exatamente por isso, sua renovação com o Timão está cada vez mais complicada. Guerrero já declarou publicamente que no Brasil não joga em qualquer outro clube além do Corinthians. Contudo, o peruano faz parte dos planos do Internacional. Dois fatores são decisivos para o time voltar a tentar o jogador: a disposição de investidores em botar dinheiro na negociação e a vontade do novo presidente, Vitório Píffero, pois quem iniciou os contatos com o atacante foi o ex-presidente do time gaúcho, Marcelo Medeiros, que perdeu as eleições neste sábado.

O desejo do camisa 9 é retornar à Europa. Para renovar com o Timão, Guerrero pediu demais. Entre US$ 6 e 7 milhões (aproximadamente R$ 16 e 18 milhões). O valor vai além das capacidades financeiras do clube, que, como todos os clubes brasileiros, segue endividado. O Corinthians fez a oferta beirando os US$ 5 milhões (R$ 13 milhões) e garante que não pagará mais que isso. A ideia é ampliar o vínculo até dezembro de 2017.

Nós, corintianos, desejamos que essa negociação acabe o mais rápido possível e que o grande beneficiado seja o Timão.

Fica, Guerrero!!!!!

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 1 comentário

 

dez 14

Retoques na Arena Corinthians

Futebol

Postado por: Gabriel dos Santos - 14/12/2014

Foto: Retoques na Arena Corinthians


A tabela do Paulistão 2015 já foi divulgada. O Timão está no grupo 2, junto com Ponte Preta, Audax, Rio Claro e São Bento.

A estreia oficial do Corinthians em 2015 será contra o Marília, dia 1º de fevereiro, na Arena Corinthians. A novidade é que o estádio não será o mesmo. Após a Copa do Mundo, ocorrida entre os meses de junho e julho deste ano, as arquibancadas provisórias foram retiradas e o gramado ganhou um novo corte.

Com o fim do Campeonato Brasileiro, foram retirados os telões provisórios utilizados no Mundial (veja na imagem). Porém, novos e maiores serão instalados em cima das arquibancadas dos setores Norte e Sul.

Esta semana foi marcada pelo avanço nas obras de instalação dos novos telões e pela forração do piso em alguns setores.

No que se refere à forração do piso do estádio, o processo de troca por carpete nas áreas de administração, imprensa, camarotes (internamente) e lounges já tiveram início.

Enfim, torcedor corintiano, nossa Arena, que já era linda, está ficando ainda melhor! Que venha 2015, porque já estou com saudades dos jogos do Timão!

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 1 comentário

 

dez 12

Ôôô, o Tite voltou!!!

Futebol

Postado por: Gabriel dos Santos - 12/12/2014

Foto: Ôôô, o Tite voltou!!!


E ainda ontem eu disse: "Defendo a volta de Tite, e vocês?". Não é que o cara voltou mesmo? O técnico campeão mundial pelo Timão aceitou a oferta feita na última segunda-feira e receberá a bagatela de R$ 700 mil mensais. A validade do novo vínculo será de um ano, durando por toda a temporada 2015.

A última passagem de Tite no Corinthians o levou ao topo da carreira. Ao clube, rendeu grandes conquistas, mas também altos e baixos. A pegunta que não quer calar é: que Tite que chega no Timão em 2015?

O DE 2010?

Em outubro de 2010, já na 30ª rodada do campeonato brasileiro, o time ocupava a terceira colocação e ainda tinha chances de conquistar o título. Tite retornou ao clube no dia 17 deste mesmo mês, com a missão de substituir Adilson Batista (treinador da época) e tirar o time da crise - eram nove partidas sem vitórias. O técnico terminou a temporada com quatro vitórias, três empates e nenhuma derrota. Porém, manteve-se na terceira colocação. O campeão do ano foi o Fluminense.

O DE 2011?

Seu pior momento à frente do Timão. Afinal, quem não lembra da derrota na pré-Libertadores para o Tolima? Quem não pediu a demissão de Tite naquela ocasião? Mesmo com o vexame, o técnico seguiu no comando do clube.
No fim do ano, a Fiel inteira agradeceu a continuidade do treinador. Um novo ciclo estava por vir, e esse, definitivamente, foi o melhor da história do Timão. O título do Brasileirão de 2011 era apenas um esquenta do que estava por vir em 2012.

O DE 2012?

Esse, com toda certeza, foi o melhor ano de todos para o Corinthians e para os corintianos. O fim das zoações e brincadeiras pela falta de um título: a Liberadores. E ela veio. Campeões. Invictos. Mas ainda havia uma pendência, uma barreira a ser quebrada: o Mundial de Clubes. Os dois jogos dramáticos com as duas vitórias por 1 a 0, contra o fraco Al Ahly e o expressivo Chelsea, deixaram qualquer corintiano com o coração na boca. Mas a alegria veio. Tivemos nosso Guerrero. O Guerrero da Fiel. Campeões novamente. O mundo virou preto e branco e, finalmente, podíamos dizer: "Vi meu time ser campeão da Libertadores e do mundo!".

O DE 2013?

Um ano fraco, relaxado e amargante. A eliminação contra o Boca Juniors, nas oitavas da Libertadores, no jogo mais garfado que eu já vi na vida, desestabilizou o elenco corintiano pelo resto do ano. A decepcionante 10ª colocação no Brasileiro rendeu até apelidos a Tite. Em alusão ao número excessivo de empates durante a temporada - 17, no total -, o treinador começou a ser chamado de Empatite.

Feita essa análise, com certeza o sonho de todo corintiano é ter em 2015 o Tite de 2012, pra mais uma vez soltar vários gritos de campeão.

Enviar de e-mail Enviar por e-mail Ícone de comentário Comente 1 comentário

 

Página 1 de 289   |  próxima »»  |   ir para a página   

início blog


Editoria

Últimos posts

Posts anteriores


Ir para o topo da página

© 2001 - 2014 A Tribuna - ( Todos os direitos reservados )

wSoMa